30/01/2015

Rossi Le Monde Delos - Aptos. 87, 108 e 136 m² - 3 dorm. - 2 ou 3 vagas

Rossi Delos possui torres de diferentes tamanhos e estilos integradas a uma área de lazer completa.
Com opções para todos os momentos e idades.
Tudo para proporcionar a sua família a sensação de morar em uma ilha de diversão e bem-estar.
Ficha Técnica
Apartamento
Dormitórios: 3 dormitórios
Área: 87 a 136 m²
Suítes: 1 a 3 suítes
Vagas: 2 a 3 vagas
Preço: Preço sob consulta.
Informações Gerais
Localização: Rua Lauro Vannucci - Le Monde - Campinas - SP
Arquitetura: CELSO PRIMI
Paisagismo: BENEDITO ABUD
Decoração: CGN
Opções de Lazer: Churrasqueira, Salão De Jogos, Salão De Festas, Fitness, Playground, Sauna, Brinquedoteca, Deck Molhado, Espaço Gourmet, Piscina Infantil, Redário, Salão De Festas Infantil, Solarium, Spa, Praça Infantil, Piscina Com Raia De 25 M, Praça De Alongamento, Quadra Esportiva, Portaria, Deck, Bar De Piscina, Salão De Festas Teen, Lounge
Maiores informações pelo telefone (19) 99230-7505 ou cezar.camp@consultorlopes.com.br
migre_8_RV-2224_Delos_Voo_500x335_RV-2224
20140912_8233de55b1234166a0e50d2a08d44f57_rv2224-ago14-rcps-campinas-delosi-f00-foto2
20140912_f4c84689277e4e24a646d135853858ee_rv2224-ago14-rcps-campinas-delosi-f00-foto3
20140912_57ae404223cf4da0bd84621a4b67628b_rv2224-ago14-rcps-campinas-delosi-f00-foto1
migre_14_RV-2224_Delos_Fachada-87m2_500x335_RV-2224
CRECI: 24028J




















29/01/2015

Saiba como se tornar um corretor de imóveis de sucesso!

corretoras-de-seguro
A profissão de corretor de imóveis é regulamentada pela Lei nº 6.530 de 12 de maio de 1978 e pelo Decreto nº 81.871 de 29 de junho do mesmo ano, e o Novo Código Civil Brasileiro (Lei nº 10.406 de 11 de janeiro de 2003) em seus artigos 710 à 729, onde diz que toda a intermediação de negócios imobiliários seja tratada por um profissional Corretor de Imóveis devidamente credenciado.
Para se tornar um corretor de imóveis é preciso fazer o curso de TTI (Técnico em Transações Imobiliárias), depois precisa estagiar em uma imobiliária antes de ter seu registro no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) e posteriormente prestar e passar em uma prova de Ordem para em fim se tornar um profissional corretor de imóveis.
As atividades do corretor de imóveis são de compra, venda, permuta, avaliação, locação e administração de imóveis. O ofício consiste basicamente em avaliar os preços dos imóveis à venda, analisar a documentação do imóvel, captá-los de preferência com contrato de exclusividade para anunciá-los em jornais, sites na internet e colocar placas alusivas a venda, intermediar entre as partes, comprador e vendedor, para conseguir concretizar a venda deste imóvel e receber a remuneração de 5% (cinco por cento) do valor da venda.
A profissão de corretor de imóveis é muito gratificante e não tem limite de ganhos. Quanto mais dedicação o corretor tiver, mais comissões ele ganhará. O céu é o limite para o corretor de imóveis. Normalmente um bom corretor vende inúmeros imóveis todos os meses e consegue captar e atender bem seus clientes.
O corretor de imóveis tem o dever de prestar verdadeira assessoria imobiliária a seus clientes, sendo sua obrigação profissional providenciar toda a informação sobre os negócios, verificando toda a documentação legal e prestando todos os esclarecimentos necessários. Ao procurar um profissional corretor de imóveis o cliente tem uma maior segurança, tanto para quem esta vendendo, como para quem esta comprando um imóvel.
Muitas imobiliárias dão todo suporte necessário para os interessados em iniciar essa carreira, pois auxiliam o profissional desde o inicio e, em alguns casos, pagam até mesmo parte do curso (TTI) que é necessário.
Maiores informações pelo telefone (19) 99230-7505 ou cezar.camp@consultorlopes.com.br


27/01/2015

Vita Parque Campinas / Living

VITA PARQUE - Parque Industrial / Campinas - SP
A COMBINAÇÃO PERFEITA DE LAZER E PRATICIDADE.
CARACTERÍSTICAS DO PROJETO
  • 5.000 m² de área total
  • 1 torre
  • 17 andares
  • 8 unidades por andar
  • 142 unidades no total
CARACTERÍSTICAS DOS APARTAMENTOS
  • 54,47 e 66,35 m² de área privativa
  • 2 ou 3 dormitórios
  • 1 suíte
  • 1 ou 2 vagas na garagem
Maiores informações pelo telefone (19) 99230-7505 ou cezar.camp@consultorlopes.com.br
Living20Construtoraimage019
image020image021image022image023image024image025image026

26/01/2015

O sexo e as preferências imobiliárias


536707_392313900815097_1881911426_n
O importante é sempre ter o auxilio de um corretor capacitado!
Entre em contato: cezar.camp@consultorlopes.com.br

23/01/2015

EASY OFFICE: SALAS COMERCIAIS DE 35 E 39 M² - GUANABARA | CAMPINAS/SP

Tattoo 01
Empreendimento comercial com 16 pavimentos.
304 salas comerciais com áreas privativas de 34 a 39m² e vagas de garagem.
Um novo conceito de salas comerciais e escritórios em Campinas.
Modernidade na fachada, facilidades e excelente localização, próximo ao Centro, Cambuí e Guanabara.
Localizado entre as principais avenidas de Campinas.
Vários serviços de conveniência no Térreo.
Recepção com segurança 24 horas.
Maiores informações pelo telefone (19) 99230-7505 ou cezar.camp@consultorlopes.com.br
image002image003







IMÓVEL ALTO PADRÃO: Idylle Cambuí - Aptos 163 m² – Cambuí –Campinas/SP

Maiores informações pelo telefone (19) 99230-7505 ou cezar.camp@consultorlopes.com.br
image001
image017
image003image005image007image008image010image012image014image015

Construtoras atrasam em média 43 dias para entregar imóvel


Depois de comprar um imóvel na planta, além de esperar alguns aninhos pela conclusão da obra, o comprador ainda precisa aturar o atraso no prazo de entrega na obra.
Segundo dados da consultora Tallento, especializada em gerenciamentos de obras, o tempo médio de atraso das construtoras na conclusão dos empreendimentos foi de 43 dias em novembro 2014.
O tempo é quase cinco vezes menor do que o registrado em janeiro de 2011, quando o atraso médio das obras atingiu o pico de 182 dias, o maior período registrado desde julho de 2006, quando o atraso chegava a 28 dias. 
A partir de 2011, o tempo de atraso passou a ter queda expressiva até julho de 2012, quando passou a ser de 84 dias, em média.
A demora na entrega passou a oscilar e entre junho e novembro do ano passado, caiu de 59 para 43 dias. 
A pesquisa é realizada a partir da análise dos prazos de entrega de 200 empreendimentos, construídos por clientes da Tallento, dentre os quais 80% são focados em imóveis residenciais.
Algumas das empresas atendidas pela consultoria são: Cyrela, Bueno Netto,Gafisa, Helbor, Setin e PDG.
De acordo com a Tallento, dois motivos principais explicam a queda no atraso das obras: a maior preocupação das empresas em buscar eficiência para reduzir custos; e o desaquecimento do mercado imobiliário, que registrou queda no número de lançamentos de unidades no Brasil em 2014.
Saiba quais são seus direitos
Geralmente, no contrato de compra do imóvel a construtora já informa que o prazo de entrega da obra pode sofrer atrasos de até 180 dias. Mas essa cláusula é considerada abusiva por alguns advogados e tem sido contestada nos tribunais. 
Atrasos de até 180 dias devem ser devidamente justificados pelas construtoras e o prazo máximo de atraso não deve ser regra, mas, sim, exceção, diz o Procon-SP.
O reajuste das parcelas do financiamento do imóvel pelo Índice Nacional da Custo da Construção (INCC) devem ser congeladas em caso de atrasos, completa o órgão de defesa do consumidor. 
Segundo Marcelo Tapai, advogado especializado em direito imobiliário e presidente da Comissão de Habitação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, ações na Justiça contra as construtoras podem render ao comprador indenizações que variam de 0,5% a 0,8% do valor do imóvel por mês de atraso na entrega da obra. 
O objetivo dessas ações é compensar as eventuais despesas que o proprietário pode ter com o aluguel de outro imóvel ou ainda buscar o reembolso dos rendimentos que o comprador deixou de obter com a locação da nova casa ouapartamento por causa do atraso.
Caso o comprador do imóvel na planta tenha se planejado para receber as chaves do imóvel novo logo após o casamento, por exemplo, também é possível pedir indenização por danos morais por incômodos causados pelo descumprimento do prazo de entrega do empreendimento pela construtora. 
Fonte: Exame
←  Anterior Inicio