01/07/2016

História da Feira Hippie do Centro de Convivência, em Campinas


Em Campinas (SP), todo sábado e domingo, das 9h às 14h, ocorre a Feira de Artes e Artesanato, mais conhecida como Feira Hippie. Realizada no Centro de Convivência, no Cambuí, o evento já se tornou tradição da cidade e parada obrigatória para moradores e turistas.

A feira realmente começou com simpatizantes do Movimento Hippie: nos anos 1970, artesãos que se identificavam com os ideais da contracultura começaram a vender sua arte pela cidade, como bijuterias, roupas e acessórios em couro que eles produziam manualmente.

No início, eles ficavam no Largo das Andorinhas e depois foram para o Largo do Rosário. Nessa época, ainda sem uma oficialização da feira, os hippies eram constantemente retirados do local e tinham suas mercadorias apreendidas. Depois elas eram devolvidas.

Com o aumento do interesse dos expositores e do público, a prefeitura oficializou a feira em 1977. Foi uma conquista para os hippies e demais artesãos que buscavam um espaço para expor sua arte.

Hoje, a feira reúne cerca de 500 expositores cadastrados e recebe aproximadamente 3 mil pessoas por dia. Nela são vendidas peças de artesanato, culinária, pinturas em tela, antiguidades entre outros objetos. Ela se tornou um dos símbolos culturais da cidade.

Passear pela feira é entrar em contato com a história da cidade, já que muitos dos primeiros expositores, aqueles hippies que começaram tudo, nos anos 1970, ainda estão por lá. Também é muito comum encontrar estrangeiros pelo local, interessados em conhecer um pouco mais dos nossos traços culturais.

Informações:
Feira de Arte, Artesanato, Antiguidades, Quitutes e Esotéricos de Campinas
Endereço: Praça Imprensa Fluminense, s/nº – Cambuí – CEP 13025-066
Horário de funcionamento: Sábados e Domingos, das 9h às 14h

(Fonte: Blog Provectum Imóveis)
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: